CPI da Covid deve indiciar Bolsonaro por diversos crimes, diz jornal.

 



Renan Calheiros pretende entregar seu relatório final sobre os trabalhos da comissão na primeira quinzena de setembro.

Charlatanismo, curandeirismo e propaganda enganosa. Epidemia e infração de medida sanitária preventiva. Falsificação de documento público e prevaricação. Crimes contra a vida.Eis os crimes que a CPI da Covid-19 deve atribuir ao presidente Jair Bolsonaro na gestão da pandemia. A informação é da Gazeta do Povo, que tem linha editorial pró-governo.


O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito, Renan Calheiros (MDB-AL), pretende entregar seu relatório final sobre os trabalhos da comissão até o fim da primeira quinzena de setembro – mas o senador não se pronuncia sobre eventuais menções diretas ao presidente no texto. Conforme o jornal, é com base em declarações dos membros da CPI que o jornal aponta por quais crimes e infrações Bolsonaro será indiciado.


A relação de acusações contra Bolsonaro é ampla e reflete também os diferentes momentos vividos pela CPI. Alguns dos crimes remetem ao chamado “gabinete paralelo”, estrutura alternativa que operou de forma desconexa e ilegal com o Ministério da Saúde. Já outras acusações se relacionam com os debates mais recentes da comissão, como as discussões em torno da compra de vacinas e de esquemas de corrupção envolvendo militares e servidores do ministério.

Fonte: Portal esquerda

Site Revista do Luiz