Em comemoração aos 31 anos do ECA, Unicef lança nova Edição de Selo na AMA Municípios

 


No dia que o Estatuto da Criança e do Adolescente completa 31 anos, a Unicef lança a Edição 2021-2024 do Selo Unicef em Alagoas, durante reunião da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA). Na manhã desta terça-feira, dia 13, em uma reunião híbrida, prefeitos, secretários e diversas autoridades participaram do lançamento.

O Selo Unicef é uma iniciativa do fundo das nações unidas para a infância (unicef) para estimular e reconhecer avanços reais e positivos na promoção, realização e garantia dos direitos de crianças e adolescentes em municípios do Semiárido e da Amazônia legal brasileira.

Dos 102 municípios alagoanos, 74 estão elegíveis para aderirem ao Selo Unicef – Edição 2021-2024. Deste total, apenas 17 já assinaram o termo de adesão, assumindo o compromisso de manter como prioridade a agenda de políticas públicas pela infância e adolescência.

Para o presidente da AMA, prefeito Hugo Wanderley, ressalta a importância do papel social que o Selo executa nos municípios alagoanos. “Os municípios que cumprem os preceitos do Selo, demonstra que tem preocupação social e que cumpre com os preceitos de melhoria da qualidade de vida das pessoas. A AMA estimula a participação dos municípios e a meta é que 100% possam aderir”, afirmou Wanderley.

De acordo com a UNICEF, o município tem um papel essencial na garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes. É no município que as crianças nascem, crescem e se desenvolvem e as políticas públicas se tornam realidade, trazendo mudanças concretas na vida dessas meninas e meninos.

Durante o evento, adolescentes e prefeitos dos municípios que ganharam outras edições do Selo deram depoimento de como a iniciativa auxiliou na política pública, melhorou índices e mudou vidas. “A sociedade quer é participar diretamente das políticas públicas das suas cidades, assim são os jovens e adolescentes. Venho pedir que os municípios que ainda não estão participando, que participem. É uma ação muito importante para os jovens das cidades”, afirmou Lucas Felisdoro, jovem do Nuca de Teotônio Vilela.

O prefeito de Maragogi e vice-presidente da AMA, Sergio Lira, afirmou ter orgulho de já ter conquistado o Selo em outras edições. “É preciso que o gestor se comprometa. Em Maragogi tínhamos reuniões mensais, com metas a serem cumpridas. Agora, vamos continuar o trabalho para manter o selo Unicef. Oriento os prefeitos que busquem, lutem, briguem por esse Selo, que vale a pena”, afirmou Sergio Lira mandando o recado para os demais prefeitos.

Os prefeitos de Campo Alegre, Nicolas Pereira; de Feira Grande, Flavio do Chico da Granja; de Palmeiras dos Índios, Júlio Cezar, também mandaram vídeos contando suas experiências e reforçando a importância da participação dos municípios.

A deputada Jó Pereira representante da Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Turismo da Assembleia Legislativa de Alagoas, parabenizou os municípios que ganharam o selo. “Porque essa não é só uma conquista do prefeito e sim de uma equipe. Nesses lugares, além da adesão se comprometeram. Essa é uma disputa do bem, é uma disputa que todos podem ganhar. O selo não é quem ganha em primeiro ou em segundo. Por isso, o apelo de adesão unanime dos municípios e também para que os novos gestores que assumiram esse novo ciclo tenham participação efetiva e dedicada”, destacou a deputada.

O Promotor e Coordenador do Núcleo da Infância do Ministério Público Claudio Malta, reforçou com que a instituição se compromete em participar e dar apoio ao Selo. “Essa data muito importante, um marco para histórico, pois temos dois grandes acontecimentos: o dia que comemoramos os 31 nos de Estatuto da Criança e do Adolescente e o lançamento do Selo Unicef em Alagoas, nos sentimos orgulhosos de participar desse momento”, afirmou o promotor.

As entidades representativas dos secretários de Educação, Saúde e Assistência Social estiveram presentes através dos presidentes e representantes dos seus respectivos Conselhos que reforçaram a importância do envolvimento dos gestores e se colocaram a disposição para auxiliar os municípios.

O Presidente do Conselho da Criança e do Adolescente (CEDCA), Paulo Paraízo, destacou que o ECA é exemplo internacional e pediu para que mais gestores aderissem ao Selo que muda realidade de tantos jovens. As palavras foram reforçadas pela Superintendente da Criança e do Adolescente da Secretaria de Prevenção a Violência (Seprev) e vice presidente do CEDCA, Samylla Gouveia.


Site Revista do Luiz