ALAGOAS TEM MAIS 13 MORTES POR COVID-19 NAS ÚLTIMAS 24 HORAS.

 

ALAGOAS TEM MAIS 13 MORTES POR COVID-19 NAS ÚLTIMAS 24 HORAS.

 


O número de mortes diárias em Alagoas está subindo a cada dia, na segunda onda de casos da Covid-19, que atinge todo o país. Nesta quinta-feira (4), o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) confirmou mais 13 óbitos, chegando a 3.047 vidas perdidas no estado, além de 576 novos casos da doença, totalizando 133.796 casos do novo coronavírus até o momento. Entre as últimas mortes confirmadas, seis vítimas que perderam a luta contra a doença não tinham comorbidades, entre eles um homem de 37 anos e uma mulher de 34.

Conforme o boletim, mais 13 mortes foram confirmadas, laboratorialmente, por causa do novo coronavírus, sendo cinco vítimas da capital alagoana e oito do interior do Estado. As vítimas de Maceió eram três homens de 37, 69 e 86 anos e duas mulheres de 67 e 83 anos.

O homem de 37 anos era obeso e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; o homem de 69 anos era hipertenso e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o homem de 86 anos tinha Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; a mulher de 67 anos era hipertensa e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; e a mulher de 83 anos não tinha comorbidades e também morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió.

Em relação às vítimas que residiam no interior do Estado, eram cinco homens de 36, 55, 65, 67 e 84 anos e três mulheres de 34, 63 e 81 anos. O homem de 36 anos morava em Arapiraca, não tinha comorbidades e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; o homem de 55 anos era de São Miguel dos Campos, não tinha comorbidades e morreu na Santa Casa de São Miguel dos Campos; o homem de 65 anos era de Santana do Ipanema, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Clodolfo Rodrigues, em Santana do Ipanema; o homem de 67 anos residia em Palmeira dos Índios, não tinha comorbidades e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca.

 

Site Revista do Luiz