Mãe amarrou bebê de 10 meses com corda para ameaçar ex-marido e tentar reconciliação.

 

Mãe amarrou bebê de 10 meses com corda para ameaçar ex-marido e tentar reconciliação.


 

 

O Conselho Tutelar do Município de Girau do Ponciano confirmou que a mãe amarrou a criança de 10 meses para chamar atenção do ex-esposo e tentar uma uma reconciliação. O caso ganhou repercussão neste final de semana depois que imagens da bebê amarrado e sendo xingado pela mãe foram publicadas nas redes socais.

Segundo o Conselho Tutelar, a mulher está separada do pai da criança, que atualmente reside no estado de São Paulo e enviou as imagens ao ex-companheiro na tentativa de ameaçar para poder conviver com ele novamente. Devido ao crime, a criança foi deixada aos cuidados da avó.
O Ministério Público Estadual (MPE) pediu a Polícia Civil a abertura de inquérito policial para apurar as situações de maus-tratos, o que pode resultar em uma penalidade de até 2 anos, além da mãe perder a guarda da criança.


Antes de qualquer decisão judicial, o Conselho Tutelar de Girau de Ponciano ingressou com medidas protetivas para criança.

O caso
Viralizou nas redes sociais durante o final de semana, uma cena de maus-tratos contra uma bebê da cidade de Girau do Ponciano, no interior de Alagoas. No vídeo, a criança aparece amarrada com uma corda e sendo xingada de ratazana pela própria mãe.

Ainda no vídeo, a mãe diz: "Tá vendo, ratazana. Quem mandou você reinar?". O caso ganhou repercussão e causou revolta nas redes sociais.

Cada Minuto 

 

Site Revista do Luiz