Após vazamento de dados, 223 milhões de CPFs brasileiros estão à venda na internet.

 

Após vazamento de dados, 223 milhões de CPFs brasileiros estão à venda na internet.

Volume de números de CPF é maior do que o da população brasileira, pois foram incluídas informações de pessoas que já morreram

 

Após vazamento de dados, 223 milhões de CPFs brasileiros estão à venda na internet



Um vazamento de dados de proporções gigantescas colocou em risco mais de 223 milhões de CPFs. Além dos números, vazaram informações sobre nome, endereço, renda, imposto de renda, fotos, participantes do Bolsa Família e scores de créditos.

Os dados que vazaram foram compilados em agosto de 2019. O volume de números de CPF é maior do que o da população brasileira, pois foram incluídas na base informações de pessoas que já morreram.

Além disso, mais de 40 milhões de números de CNPJ, com informações atrelados a eles, também foram disponibilizados. Todos estes dados estão disponíveis para venda em fóruns na internet. Segundo o levantamento, há indícios que as informações são da base de dados do Serasa, mas, por enquanto a empresa nega o vazamento e diz estar investigando o caso.

"Estamos cientes de alegações de terceiros sobre dados disponibilizados na dark web. Conduzimos uma extensa investigação e neste momento nenhum dos dados que analisamos indicam que a Serasa seja a fonte. Muitos dos dados analisados incluem elementos que não temos em nosso sistema e os dados atribuídos à Serasa não correspondem aos dados em nossos arquivos.", diz a nota.

 

(Redação com Estadão – foto: Divulgação)



 

Site Revista do Luiz