Fique atenta: 1ª fase do Ame-se atende mulheres encaminhadas pelas ONGs

 

Fique atenta: 1ª fase do Ame-se atende mulheres encaminhadas pelas ONGS.

 

Segunda etapa, prevista para 2021, contemplará pacientes encaminhadas pelas secretarias municipais de saúde 

 Primeira fase do Ame-se contempla mulheres já triadas por ONGs

O programa Estadual de Reconstrução Mamária, o Ame-se, criado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), continua garantindo os atendimentos às mulheres mastectomizadas, numa preparação para os procedimentos cirúrgicos. Mais de 40 atendimentos já foram realizados desde que o programa foi lançado, em 23 de outubro.

No entanto, a mastologista do Hospital Metropolitano de Alagoas, médica Lígia Teixeira, ressalta que, nesta primeira etapa do programa, priorizam-se atendimentos de mulheres que estavam numa lista de espera e que estão sendo assistidas e acompanhadas pelas Organizações Não Governamentais (ONGs) Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama), da Casa Rosa e do Grupo Renascer.

“É muito importante lembrar que esta primeira fase do programa Ame-se consiste no atendimento de mulheres que já estavam numa fila de espera para realização de reconstrução mamária tardia. Estas pacientes foram selecionadas pelas ONGs que prestam assistência a mulheres que já tiveram o câncer de mama”, explica a mastologista.
A segunda etapa do programa Ame-se já consta no planejamento da Secretaria de Estado da Saúde para 2021. Serão direcionadas para reconstrução da mama as pacientes encaminhadas pelas Secretarias Municipais de Saúde, por meio do sistema de regulação do Estado.

“Estas mulheres serão atendidas na segunda fase, após encaminhamento das Secretarias Municipais de Saúde, conforme contato com o Sistema de Regulação do Estado”, reforça a mastologista do Hospital Metropolitano de Alagoas.

Fluxo – A programação da Sesau para o desenvolvimento do programa Ame-se no Hospital Metropolitano de Alagoas condiciona as mulheres a passarem pelos procedimentos de triagem, consultas com mastologista, cardiologista, aconselhamento, consulta com cirurgião plástico e anestesista e encaminhamento para a realização de exames.

Site Revista do Luiz

,