Detran/AL estabelece critérios para oferecer mais segurança no emplacamento de veículos.

 

Detran/AL estabelece critérios para oferecer mais segurança no emplacamento de veículos.

 

Foto: rede sociais 

A comercialização e estampagem das Placas de Identificação Veicular (PIV) em Alagoas agora devem obedecer a novos critérios. O Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL) estabeleceu mudanças com o objetivo de garantir mais segurança a todos os envolvidos no procedimento. Os novos critérios constam na portaria nº 700/2020, publicada no Diário Oficial do Estado em 31 de julho, que exige das empresas a adoção de novas tecnologias e medidas de prevenção ao novo coronavírus no atendimento em todo o estado. Entre as novidades, a emplacagem será feita exclusivamente após agendamento prévio, e o proprietário do veículo deve escolher entre duas opções: delivery ou drive-thru (presencial). Na primeira, ele pode receber a placa em casa ou em local e horário de sua preferência, já no atendimento por drive-thru, também agendado, o usuário deve se dirigir à estampadora e lá encontra suas placas prontas para serem instaladas.

Mais segurança

A partir de agora, todas as etapas do processo devem cumprir rígidos critérios de segurança que visam combater a sonegação fiscal oferecendo mais recursos no sistema de controle, o que dificulta a clonagem de veículos e possibilita a garantia de que a placa será entregue por um lojista credenciado pelo Detran/AL.

O reconhecimento biométrico facial com prova de vida (detecção de movimento e gestos) é uma nova tecnologia exigida para verificar se o serviço é compatível com o proprietário ou condutor autorizado pelo proprietário. A validação faz um comparativo com a base de dados da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para evitar fraudes.

Além dessas etapas, após a instalação das placas também será exigida a fotografia da frente, traseira e chassi do veículo e fotografia em close do QR Code para fins de fiscalização da autarquia. O sistema localiza o geoposicionamento de onde o serviço foi prestado, e a emplacagem só consegue ser feita na prestadora ou local de delivery previamente indicado. A nota fiscal, obrigatoriamente em nome do proprietário, será enviada para e-mail ou SMS desse proprietário. Há mais de oito anos, Manoela Vilela tem uma empresa estampadora de placas e destaca a importância das mudanças estabelecidas pelo Detran de Alagoas. “Entendemos que as mudanças são necessárias para melhorar a segurança da população, evitamos que as pessoas de má fé consigam burlar o sistema de impostos, deixando todos os estampadores aliados em um mesmo nível de informação e material, e tornando o mercado mais regular para nossa profissão”, afirma.

Ela também afirma que agora os proprietários das casas de placas trabalham com mais segurança devido ao sistema integrado, e o cidadão também é beneficiado por conta do registro de todo o procedimento. “Essa modernidade só veio agregar pra nós, empresários, e para o cidadão alagoano”, diz.

Higienização

As empresas estampadoras devem seguir todas as medidas de proteção contra a Covid-19, disponibilizando equipamentos de proteção individual, álcool em gel para os clientes e funcionários. Máscaras e luvas descartáveis devem ser utilizadas durante todo o horário de funcionamento, além da higienização constante e descarte correto dos equipamentos e materiais utilizados.

Segundo o chefe de controle de veículos da autarquia, Sérgio Adriano, o novo protocolo garante as medidas de segurança em tempos de pandemia e fortalece o controle de processo de comercialização e estampagem das placas de identificação dos veículos, permitindo ao órgão fiscalizar com mais eficiência os procedimentos realizados e garantindo a necessária segurança nas instalações.

 

 

 

Site Revista do Luiz