Operação integrada apreende cerca de 9 mil aves sem nota fiscal em Alagoas.

 Operação integrada apreende cerca de 9 mil aves sem nota fiscal em Alagoas.

 

Irregularidade na carga foi constatada nos municípios de Maceió e Arapiraca 

 As cargas foram interceptadas em Maceió e Arapiraca As cargas foram interceptadas em Maceió e Arapiraca

Em operação conjunta, a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-AL), Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária (Adeal) e o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) apreenderam, nessa sexta-feira (26), nove caminhões com cerca de 9 mil aves sem nota fiscal em Alagoas.
As cargas foram interceptadas em Maceió e Arapiraca. Oriundas de Pernambuco, não possuíam nenhuma certificação sanitária e, por isso, foram retidas, juntamente com os veículos. Já os motoristas foram autuados.
De acordo com o Superintendente Especial da Receita Estadual, Francisco Suruagy, ações como essa são de extrema importância, pois ajudam a combater o transporte de mercadorias com procedência duvidosa, evitam o desemprego e a falência do comércio alagoano, além de coibir a sonegação fiscal no Estado.
“O imposto não recolhido é prejuízo na saúde, educação, segurança pública e infraestrutura.  O cidadão alagoano deve se conscientizar ao não consumo desses produtos, que podem causar danos a si mesmo e ainda lesar a concorrência leal no Estado”, alerta.

 

Site Revista do Luiz

,