Rede estadual de AL tem desempenho destaque na olimpíada brasileira de Matemática.

Rede estadual de AL tem desempenho de destaque na Olimpíada Brasileira de Matemática.


Escolas estaduais tiveram 27 medalhas, sendo ouros na competição; ao todo, Alagoas, teve 89 medalhas na Olimpíada





(Imagem: Valdir Rocha)

A rede estadual de Alagoas registrou seu melhor desempenho na história da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Pela primeira vez, em quinze anos de história da Olimpíada, a rede estadual teve dois alunos seus conquistando medalhas de ouro em uma mesma edição – até então, as escolas estaduais só haviam conquistado um ouro em 2008 e outro em 2016. O resultado final da edição 2019 da OBMEP foi divulgado  pelo site www.obmep.org.br e, ao todo, Alagoas conquistou 89 medalhas e 610 Menções Honrosas na competição.


Das 89 medalhas alagoanas, 81 são da rede pública e 8 da particular – das quais, 78 bronzes, 7 pratas e 4 ouros. Os quatro ouros alagoanos foram conquistados por estudantes de Maceió: João Victor Silva dos Santos, da Escola Estadual Padre Cabral; Jeann da Rocha Silva, da Escola Estadual Margarez Lacet; João Rafael Silva de Azeredo; do Colégio Santa Úrsula e Matheus Homrich, do Colégio SEB.
Feito histórico - É a primeira vez na história da OBMEP que a rede estadual alagoana tem mais de um medalhista de ouro na competição: até então, as escolas estaduais tinham alcançado ouro em 2008, com José Maurício Lima de Melo, da Escola Estadual Padre Francisco Correia, de Santana do Ipanema e 2016, com Pedro Lucas Lima, pela Escola Estadual Margarez Lacet.
O vice-governador e secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa, comemorou o resultado. “Quero parabenizar os alunos e professores pelo resultado das provas da OBMEP. O resultado desse ano foi o melhor de toda a série histórica para a rede pública estadual. Isso significa que estamos no caminho certo.
Fonte: Alagoas alerta 

Site Revista do Luiz

, ,