Mulher ouça o chamado

Mulher ouça o chamado..

                A bíblia nos mostra várias mulheres fortes, entre elas  Débora uma dona-de-casa comum, mas foi escolhida para ser juíza. Foi a única mulher das escrituras sagradas a ocupar um cargo político com excelência. Ela se definia como “mãe de Israel” e fazia de tudo para o bem da nação (Juízes 4:4-16).
Na política não há regras bíblicas que condenem a liderança de uma mulher, muito pelo contrário. Solano Portela citou a história de Débora que liderou o povo de Israel. “No entanto, é bom que fique claro que quando as mulheres assumem papel forte na liderança, isso ocorre para a vergonha dos homens. Demonstra uma falta de líderes no meio do povo”, pontua.
Discordo de Portela , NÃO é vergonha para os homens que uma mulher os lidere.
A mulher é a melhor parte da criação. Só o fato de gerar vida, mostra o quanto estamos a frente de tudo.Fomos oprimidas por gerações, por um mundo machista, preconceituoso , onde a mulher era vista para procriar e cuidar do marido  Hoje ainda há muitos que pensam assim,mas a história e até mesmo a bíblia mostra a competência , e fortaleça , dessas que a sociedade machista as intitulou de "sexo frágil", título este que NÃO serve para nós mulheres.  Somos fortes, e ao mesmo tempo sensível.
Por isso , NÃO podemos nos omitir diante da situação em que se encontra nosso pais, temos que  ser decididas  o bastante para  fazer parte desta mudança , ou melhor ser a mudança que os municípios precisam.
Ouse, participe , seja  candidata nas eleições 2020, Seja como Débora ,lidere , planeje, execute. Melhor que ninguém sabemos o que precisa ser mudado , como mudar.
Venha junte-se a RENOVAÇÃO.
Sozinha já somos a diferença, juntas mudamos o mundo.
Fátima G. Pêgo

Site Revista do Luiz

,